LESC(Authority)NT: Autoridade

by

Na aula apresentamos a parte de Autoridade de LESCANT.

Tem duas tarefas:

1.  Vai para o Facebook para postar pelo menos 3 fotos no grupo: 2014 Salvador, Brazil – Language and Culture Summer.  Favor de incluir comentários e análise do conflito cultural que faz parte da foto.

2.  Aqui nesse post, favor de acrescentar pelo menos 2 comentários (tem que postar 2 vezes) com observações e análise sobre coisas que você viu que mostram essa diferença cultural.

Bom, nesse post eu gostaria que vocês escrevessem seus comentários das diferenças culturais que já observaram aqui em Salvador sobre Autoridade.  Esses comentários poderiam incluir:  estilo de liderança, poder, distância de poder, etc.

Tags: ,

28 Responses to “LESC(Authority)NT: Autoridade”

  1. Lauren Weiss Says:

    Na cultura brasilieira ideia de authoridade é muito evidente em situações da família. Por exemplo, nos EUA, quando a pessoa tem dezeoito anos, essa pessoa tem responsibilidade pela sua vida e não tem que pedir permissão dos pais para tudo. Aqui no Brasil, os filhos têm perguntar seus pais por tudo. Por exemplo, minha amiga Simmone perguntou seus pais se ela pude ir para a festa comigo, talvez porque ela mora com seus pais. Meus pais têm authoridade sobre mim, mas eu tenho um emprego e pago por muito na minha vida, assim, tecnicamente eles não parar-me de fazendo o que eu quero.

  2. KC Biebighauser Says:

    Há muitos exemplos da diferença cultura na autoridade no Brasil. Aqui é muito importante para os filhos de uma família perguntar ou dizer com seus país sobre o que eles fazem. Filhos nos EUA muitos vezes, especialmente durante faculdade ou depois eles têm dezeoito anos, não precisam dizer com seus país todo dia e não moram com eles. Aqui a autoridade da família é mais importante que nos EUA. Quando eu estou na minha casa em Austin eu fala com meus país talvez dois tempos na semana e eu faz muitas coisas sem perguntar meus país.

  3. Gina Says:

    Para autoridade em uma comunidade o em um pais, a pergunta de corrupção e importante.

    A definição de corrupção e o sigente segum Wikipedia:

    Numa definição ampla, corrupção política significa o uso ilegal – por parte de governantes, funcionários públicos e agentes privados – do poder político e financeiro de organismos ou agências governamentais com o objetivo de transferir renda pública ou privada de maneira criminosa para determinados indivíduos ou grupos de indivíduos ligados por quaisquer laços de interesse comum – como, por exemplo, negócios, localidade de moradia, etnia ou de fé religiosa.

    Como vai brazil neste aspecto de governo?

    A organização internacional, Transperancy Internation, publique um indice que pode ajudar em medir o nivel de corrupção relativamente a outros paises. http://www.transparency.org/news_room/in_focus/2008/cpi2008/cpi_2008_table

    Porque e muito dificil medir o corrupição mesmo (porque e bom esconder o corrupção), e um indice de corrupção percebido por o povo.

    Dos 10 pontos possiveis, Brazil gana so 3.6 pontos. E 80 depois de muitos paises com menos problemas com a corrupção.

  4. Stephanie Murphy Says:

    Quando eu penso em autoridade em Brasil, penso na policia. Brasileiros do ficam longe da policia e autoridade. Exemplo: não respeitam as leis das ruas. Mas também, a distancia entre brasileiros e autoridade não se preocuparam os brasileiros e também a policia. Assim é o jeito mesmo, e acho que assim que vai ficar.

  5. Preston Achilike Says:

    O que me interessa é a quantidade de pessoas que têm autoridade para permitir as pessoas a entrar num edifício. É uma grande responsabilidade e se alguma coisa mal acontece é culpa do porteiro.

  6. Aobby Bbrams Says:

    eu so vejo isso aspecto entre minha mae e minha empregada. as vezes minha mae chama ele pelo nome e outras vez “moca.” meu irmao (30 anos) e minha mae sao igual. eu tenho muito falar sobre isso. autoridade e nao um parte do minha rotina aqui. sinto muito porque nao posso adujar mais

  7. Scott Montana Says:

    Eu observei uma coisa bem interresante sobre autoridade aqui. Quando uma pessoa esta dirigindo, e saindo duma vaga de estacionamento. Um rapaz embaixo dou um sinal e diz, “vehna!”, enquanto carros na rua esperam. Em geral, achei que isso é muito interresante, porque geralmente carros não param.

  8. Elena Bessire Says:

    O exemplo que vejo mais da autoridade dia a dia acontece entre minha mãe e a empregada. Se trata de uma relação com uma alta distância de poder porque a mãe sempre deixa intruções muito específicas para a empregada. Também, quando a empregada pede para uma mudança no horário, a mãe responde que ela, a empregada, “não pode ser liberada nesse dia/nessa hora não,” inclusive se a mãe vai se liberar no fim, mas a empregada tem que passar por muita discusão primeiro.

  9. Marisol Hernandez Says:

    A autoridade aqui é muito evidente. Acho que na minha vida nunca vi tantos comercias de governo. Aqui cada coisa boa feita merece um comercial. É ridiculo! Agora eu acho que é porque tem ditadura antigamente mas tambem pode ser que seja assim desde sempre. Seja o que for ainda é interessante.

  10. Kristen Klenow Says:

    a questão da autoridade da polícia no brasil é interessante. São algumas lugares no brasil onde a polícia não vão, e se eles fossem, e tentassem ajuda, geralmente eles fariam a situação pior. Esse é o caso nas favelas e outras partes do brasil que são muitas pobres.

  11. Somtochi Says:

    No Brasil há várias formas de polícia. Há uma policia de transporte, polícia militar, polícia federal, e provavelmente uma outra divisão. Acho que a presença da polícia é usada por o governo para criar medo e respeito para a lei. Nos Estados Unidos há várias divisões da autoridade. Contudo, essas divisões não são exibidas com tanta frequência das que Brasil. CIA e FBI não andam pelas ruas com armas como a policia no Brasil.

  12. Somtochi Says:

    As linhas da autoridade não são fixas. Por exemplo, quando Rudy e eu tinham problemas com a registro com a Polícia Federal, Clara descobriu uma solução para resolver a situação como resultado da sua autoridade. Clara conhece várias pessoas com muita influencia. Como resultado disto, ela podia ligar para eles para ajudar seus estudantes. Se isso fosse acontecer nos Estados Unidos, seria muito difícil para resolver porque se precisa de seguir todas as regras mesmo que se conheça todas as pessoas em posições importantes.

  13. Daniela Lagunas Says:

    Acho que Policia Militar é uma figura forte de autoridade aqui em Salvador. Os brasileiros evitam estar perto deles porque são intimidantes e agressivos. Eu estava muito perto de um quando assisti o jogo de Mexico x Brasil em Fan Fest. Ele me olhava muito e eu não gostei disso.

  14. Lauren Says:

    O fim de semana passado estava saindo de Pelourinho com um amigo e caminhávamos para seu carro. Era tarde e quase chegamos ao carro quando 3 malandros apareceram e queriam dinheiro de nós por tiver estacionado ali na “sua” rua. Eu subi o carro, e meu amigo passou ao outro lado para subir também. Se fosse só um malandro e nós, não teríamos que dar o dinheiro para ele. Não foi um, entretanto, foram 3. Nessa situação, sua autoridade veio da estratégia de andar com uma pequena banda. Me amigo lhes deu um pouco de dinheiro e antes de que eles tiveram tempo de chamar para seus outros amigos, subiu ao carro e fomos embora!

  15. rudy Says:

    Na Arena Fonte Nova, tem muitos policiiais porque. Eu acho que tem muitas policias e não precisa todos os policias. Tem policias no cavalos, tem policias com canine, e tem policias para parar manefesticoes.

  16. ladarnell1 Says:

    Ontem em Pelourinho, havia uma barreira onde a polícia revisava as pessoas ante de entrar no concerto de Olodum. Pegou-me de surpresa que a polícia só pediu ver uma forma de identificação de certas pessoas. Não posso dizer com certeza, mas parecia que não requeriam olhar identificação dos estrangeiros e só pediram de alguns brasileiros que acharam ser suspeitosos.

    A autoridade nessa situação tem o direito de julgar o carácter da pessoa segundo sua aparência física e a presença de Olodum, uma pessoa famosa, justificou suas ações. Em contraste com os EUA, suponho que aqui no Brasil ou não seja uma forma de discriminação ou que seja aceitada pelo povo.

  17. Lacey Koester Says:

    Quando chegui a minha casa em Salvador e à casa de minha tia brasileira em Senhor de Bonfim, os donos das casas nunca apresentaram os empregadores. Eu tive que pergutar a os empregardores seus nomes. Acho que a falta das apresentações demostra uma diferença entre os niveis de poder.

  18. Alex Says:

    A situação das favelas e as forças policiais é muito interessante. Especialmente durante este tempo da Copa, o governo brasileiro há usado seu poder para “pacificar” as favelas. Este processo, chamado “pacificação” usa forças especiais para reduzir o crime das favelas. A força mais conhecida, a BOPE usa força excessiva contra os criminosos. Um dia quando andávamos para Escola Aberta, vi uns policiais e alguém me falou que foram a BOPE e mantem uma presença lá.

  19. Lacey Koester Says:

    Minha tia brasileira que chama-se Angêlica, é dona duma escola particular. Ela já tornou-se dona há mas de trinta anos. Então, quando estive em sua cidade de Bonfim, meu irmão disse que eu simplamente tinha que dizer que ela foi minha tia e ninguém iria me tratar mal. O fato que só tem que falar o nome dela indica que tem muito poder dentro da cidade.

  20. rudy Says:

    minha mãe brasileira disse ao meu porteiro para conseguir pão para o pequeno almoço. Eu pensei que era muito interessante porque mostrou que ela tem o poder de pedir ao homem da porta para certas coisas. Nos Estados Unidos, uma pessoa nunca iria pedir ao porteiro para obter mantimentos ou fazer qualquer coisa.

  21. Alex Says:

    Os porteiros no Brasil têm uma certa quantidade de autoridade na sociedade. Eles decidem quem pode e não pode entrar nos prédios. Os quem tiverem porteiro no seus edifícios, têm que establecer uma relação com ele para que ele os reconheça caso duma emergência.

  22. Juliana Torres Says:

    Autoridade é muito vista aqui no Brasil, até os lugares que não espero ver autoridade. Por exemplo eu já vi que nos ónibus do Brasil ficam trabalhadores atras onde as pessoas que querem subir pagam. A ideia que no Brasil ficam dois trabalhadores, o condutor e o que toma o dinheiro, demonstra que aqui acham que é preciso separar os dois trabalhos e de ter pessoas com autoridade de cada um. O que toma os pagos tem uma autoridade de se segurar que todos paguem e todo fique bem no ónibus. me imagino que isto ajuda muito o condutor a se concentrar melhor no seu trabalho, e para que tudo fique tranquilo.

  23. Juliana Torres Says:

    uma coisa que eu notei muito diferente aos EU é o fato que na casa do general que mora perto de minha mãe brasileira ficam dois militares todos os dias. Isto representa que tão importante é a autoridade militar para os brasileiros. Nos EU usualmente generais têm guardas de segurança mas não militares. Os militares usualmente aparecem para controlar violência ou algo muito grave mas não proteger um general diariamente. Isso ensina que os brasileiros procuram ter uma forma de autoridade muito seria para os que se sentem com insegurança. Aqui a autoridade é uma coisa seria.

  24. Tessa Schoenhals Says:

    Uniformes são comum aqui para muitos profissões. Nas escolas, nos restaurantes, nas lojas, e para os trabalhadores de construção em Barra. Os uniformes mostram autoridade para essas pessoas no seus ambientes. Acho que aqui uniformes são bastante importantes dependente na nível de posição. Um dia eu vi o supervisor da construção em Barra falando com os trabalhadores, mas ele só estava vestindo uma camisa e jeans.

  25. trschoenhals@gmail.com Says:

    Religião no Brasil representa autoridade historicamente e hoje. Durante nosso tempo aqui nós visitamos muitas igrejas e também uma comunidade onde crescem em candomblé. Há diversidade na religião, especialmente em Bahia, mas todas dão uma única percepção de autoridade a suas participantes.

  26. Daniela Lagunas Says:

    A empregada domestica da minha familia me fez sentir autoridade sobre ela porque sempre me dizia que eu lhe dissera qualquer coisa que eu quisera que ela fizera para mim, como organizar minha caixa de jóias. Eu pedi que ela fizera algumas coisas pra mim como duas vezes e parecia feliz ao ajudar-me.

  27. Matt Says:

    Uma coisa que foi muito legal que acho que a outra gente não experimentou foi morar em frente de um general. Todos os dias quando eu caminhava para ir para ACBEU eu passava em frente de a casa de um general do exército de Brazil. A casa dele sempre tem soldados em frente e ao redor de sua casa. Então você pode ver a autoridade e importância que ele tem para ele tinha segurança do exército as 24 horas.

  28. Matt Says:

    A autoridade que Clara tem em ACBEU e muito impressionante. Clara pode fazer as coisas impossíveis possível. Por exemplo quando os motoristas estavam de greve ela adquiriu um ônibus para poder levar-nos para nosso tour da cidade. Ela tem muita influência para poder dar nos a mais ótima experiência durante nosso estadia.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s


%d bloggers like this: