Brazilians working with Americans: WorldShip

by

Hoje discutimos o caso, “WorldShip”.  Comente o que você aprendeu desse caso, o que você achou mais interessante, ou as sugestões que você tem numa situação parecida.

Veja também no final do capítulo onde tem os tópicos e perguntas para discutir.  Escreva sua opinião para pelo menos um desses tópicos.

Tags: ,

11 Responses to “Brazilians working with Americans: WorldShip”

  1. Marisol Says:

    Eu concordo com a recomendação de André Medeiros. Acho que se uma empressa vai mudar de politica tem que ser mais sensiveis com a cultura onda vão mudar. Agora se não podem visitar seus clientes por economizar então deveriam dar outra ganhança para seus clientes para que não sentam que estão perdendo algo. Assim os brasileiros podem aceitar mais rapido as mudanças.

  2. Stephanie Murphy Says:

    Gostei da idéia de fazer uma reunião com muintos clientes juntos. Isso seria uma oportunidade boa para criar relacionamentos com os clientes. Com o Internet, podem até fazer um reunião no Skype. Aí eles podem discutir os problemas sem viajar ou passar muito tempo fora da escritório. Este jeito e um pouco brasileiro e um pouco americano.

  3. Bobby Abrams Says:

    eu pude ver como o divisao do tempo nao trabalha em brasil porque o espaco entre povo e rico e mais grande tanto que estados unidos mas eu pensei que fazendo um prioridade do clientes importantes foi importante tambem. o caso foi um exemplo bom do servico em brasil porque eles querem conhecer os vendedors e americanos sao mais formal e menos
    pessoais

  4. Gina Says:

    World Ship: No caso de World Ship ha alguns diferencas muito grandes entre como os estadounidences facem coisas e como em brazil. Eu acho que o mais interesante foi que os brasilieros gostam de ter mais contacto com as pessoas con que fazem nogocios. Nao vao confiar muito numa companhia que so existe em internete. Pra mim entao, o mehlor conselho para WorldShip foi ter reunios para os clientes que usam menos os servisios de World Ship. Dessa maneira, podiam ter este precencia fisica, mais tambem gastar menos recursos em as visitas.

  5. Elena Bessire Says:

    Concordo totalmente com as observações de Walter T. Atkinson e como é importante manter a cortesia, serviço e eficiência junto dentro do novo modelo. Se isso indica que alguns empregados na World Ship tiverem que “dar um jeitinho,” tudo bem, porque me parece que isso lhes ajudariam a não perder clientes que vão querer mais atenção pessoal. Existe a regra e o tabelo de como vão tratar aos clientes, mas não sempre é preciso seguir a regra em todo caso.

    Também gostei de como ele falou sobre as reuniões que são noventa por cento social, e dez por cento negócios. Já vi várias reuniões com pessoas da América Latina e é exatamente assim.

  6. Kristen Klenow Says:

    Mesmo com minhas colegas, concordo com Walter T. Atkinson. Acho que suas idéas são lados chegar a um meio-termo entre o lado americano e o lado brasileiro. Talvez se precisa os dois lados ter negócios com sucesso. Acho que é importante ter communicação pessoal nos negócios então é fácil concluir tarefas, mas tendo um pouco da eficiência tem vantagens também.

  7. KC Biebighauser Says:

    Neste caso eu aprendei sobre as diferenças entre as empresas brasileiras e as empresas americanas. No caso de World Ship eu acho que há algumas boas maneiras de lidar com essas diferenças. Eu concordo com Paul Cluff também que foi uma boa idéia ter uma pessoa como uma secretártia quem pudesse dar antenção pessoal. A empresa americana que trabalhando com uma empresa brasileira como World Ship precisa se lembrar que brasileiros gostam de ter interação social para fazer negócios.

  8. Preston Achilike Says:

    Na minha opinião “World Ship” é um grande exemplo das coisas que a vezes nos não lembramos como americanos. Estamos tão preocupados com a obtenção de sucesso e nossos objectivos que, muitas vezes, fazemos o oposto. Acho que, se debe tratar todos os indivíduos como iguais, pelo menos, quase de igual. Entao, podemos não só obter nossos objectivos no futuro, mas manter boas relações com todos. O mundo está mais do que negócio e acho que esta idea e algo que nos como americanos podemos aprender a partir Brazillians. Às vezes é a nossa ganância de sucesso que impede-nos de alcançar as coisas que queremos muito.

  9. Scott Montana Says:

    Eu indentifico com os Brasileiros porque I gosto de fazer amizade com todas as pessoas que eu conhecer. Hoje em dia, Americanos enfasem em todos aspeitos de negócio que nao sempre funciona com outras pessoas em outros paises. Por isso, acho que é um dos razoes que outros pessoas acham que os Americanos são rudes. Eu acho que um relacionamento pessoal é muito mais importante do que um relacionamento só baseada em para otber dinheiro.

  10. laurenweiss Says:

    O caso de “World Ship” é um bom exemplo como os negocios brasilieros e americanos é muito diferente. Os Brasilieros gostam os negocios com mais contacto do que os americanos. Uma das empresas brasileiras que não tem isso não vai crescer. Brasilians não querem falar com qualquer vendedor sobre o telefone, mas directamente para os executivos. Concordo que quando um brasileiro negócio cresce, se os executivos não podem falar diretamente aos clientes mais, é importante para oferecer aos clientes algo em troca, como um preço mais barato. Talvez, pode enviar a carta para cada cliente cada mez também.

  11. Cory Hahn Says:

    Também me impressionou o aspecto de que ilustra a facilidade de dar um jeitinho, ou circunnavegar as regras estabelecidas pelas corporações transnaçionais. No final, só importa os resultados e se os negócios andam bem ninguém vai discutir a maneira de fazer-os.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s


%d bloggers like this: