Hofstede’s Uncertainty Avoidance

by

The fourth cultural dimension from Hofstede is Uncertainty Avoidance.

Here is an English language summary of this dimension.

English Summary PDF Version

 

About these ads

Tags: ,

8 Responses to “Hofstede’s Uncertainty Avoidance”

  1. rudy Says:

    Eu pensei que era interessante que a minha mãe comprou 4 tipos de pão, mesmo que ela me perguntou que tipo de pão que eu queria e eu disse a ela que tipo de pão. Ela queria evitar a idéia de que eu poderia não gostar do pão eu disse que eu queria, e não queria que eu a morrer de fome. Normalmente, nos Estados Unidos, quando alguém lhe diz o que você quer, você geralmente só pegar o que eles pediram e nada mais.

  2. Somtochi Says:

    Durante meu tempo no Brasil, eu aprendia sobre o processo a entrar as faculadades brasileiras. Disso, eu aprendi que os brasileiros trabalham muito. Além disso, eu posso entender porquê Brasil tem um “uncertainity avoidance” alto. Estava falando com minha mãe sobre sua vida e uma coisa que ela enfatizava era que ela só podia conseguir tudo que ela tem pelo diligência. Para a maioria dos brasileiros não é fácil para escapar sua posição social se a pessoa não trabalhar muito . Por isso, acho que diligência e trabalho duro são coisas que perseguem os estudantes a dedicar um ano ou mais para estudar para o VESTIBULAR.

  3. Matt Says:

    Acho que Brasil e, como muitos dos paises latino americanos, alto em “Uncertainty Avoidance”. Um exemplo de isto e PetroBras, PetroBrasil e o post de gasolina mais grande do Brasil e em todos os lugares ha um PetroBras. Entao voce vai saber que em qualquer lugar que voce visite voce vai saber que vai ver um PetroBras la. Entao a gente nao tem essa duvida de como vao obter gasolina, porque sempre vai ver um PetroBras onde voce vai saber como funciona e o servico que voce vai receber.

  4. Alex Says:

    Falei com minha irmã sobre a importância da família e se formar da faculdade. Ela falou que uma das primeiras coisas que uma pessoa faz despois de se formar é pegar um bom trabalho para que possam prover para seus pais. Me falou sobre um amigo dela do interior que se formou de biologia mas agora voltou para se formar de medícina. Ela disse que ele já está planejando para trazer seus pais morar com ele porque são velhinhos. Acho que muitas pessoas não gostam de estar longes dos seus pais idosos e então tentam de estar muito próximos deles. A importância da família e essa incerteza obrigam os brasileiros procurar formas de ter a família com eles caso que algo aconteça.

  5. Lauren Says:

    Falei com uma estudante universitária que tinha dezoito anos sobre a greve dos professores. Ela me explicou, sem esta agitada, que às vezes as greves podem durar por três meses. Se eu fosse ela, ficaria zangada com a possibilidade de demorar até um ano em graduar-me por causa das greves, contudo ela parecia muito compreensiva.

    Acho que sua atitude reflete que ela tem uma baixa fuga de incerteza e de acordo com os outros detalhes de sua vida, parece ser a melhor postura. Não tem dinheiro para estudar em outro país e ela apoia as razões dos professores que participam na greve. A flexibilidade que ela mostra é para seu próprio benefício, mas se ela for flexível demais, minaria os objetivos que ela tem para sua vida e terminaria sendo uma coisa negativa.

  6. Juliana Torres Says:

    Eu fale com o irmão brasileiro da Karla que esta estudando para o exame para entrar numa faculdade brasileira. Ele me falo que é um exame muito difícil e durante a palestra que a gente teve sobre o exame eu podia notar sua preocupação. Aqui a educação não é algo muito acessível e seguir a camino da educação é um risco e sacrifício grande para os brasileiros que não são ricos. é um sacrificio para eles por que é um camino de investir para um futuro melhor que talvez nunca se realize. Os brasileiros que não são afluentes se preocupam muito por não ter certeza do sucesso da educação. Isto demonstra um “uncertaintuy avoidance” alta pelos brasileiros.

  7. E Delgado Says:

    Acho que o brasileiro tolera melhor a incerteza na vida, mais também esta sempre alerta para evitar retos. Um exemplo disso é a alta incidência de crime no Salvador. As pessoas reconhecem a possibilidade des que eles podem ser assaltados em qualquer momento, por isso eles evitam viajar com muito dinheiro, não retiram dinheiro doa bancos quando não tem gente nas ruas, e levam dinheiro escondido caso que eles sejam assaltados. Então, acho que aceitam a ambigüidade, mas também se preparam para o futuro.

  8. Tessa Schoenahals Says:

    Acho que muitos brasileiros têm “uncertainty avoidance” mais baixo que os americanos. Por exemplo, se você mora na pobreza numa favela aqui há muito na vida que não pode saber sobre o futuro. Sua vida é insustentável as vezes e por isso tem que adaptar as mundancas. Os brasileiros pobres precisam de ser muito flexibles. Mas para as pessoas que têm mais dinheiro, eles podem fazer planos para vida no futuro como consegindo uma educação bom para seus filhos. Isso é mais da categoria alta.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s


Follow

Get every new post delivered to your Inbox.

%d bloggers like this: